DEM diz que Serra com Alckmin na TV não preocupa

A participação do governador de São Paulo, José Serra (PSDB), no programa do candidato à Prefeitura da capital paulista da coligação "São Paulo, na Melhor Direção" (PSDB-PTB-PHS-PSL-PSDC), Geraldo Alckmin, não preocupa o Democratas, segundo nota do líder da bancada do partido na Câmara, vereador Carlos Apolinario. De acordo com o comunicado, o DEM "continua confiando" em Serra, apesar de o governador não participar diretamente da campanha do atual prefeito Gilberto Kassab (DEM) à reeleição.Serra não queria que o PSDB lançasse candidatura própria à Prefeitura e foi um dos maiores defensores da campanha de Kassab, seu vice quando foi eleito prefeito de São Paulo, cargo que deixou para assumir o governo do Estado. Com o início da campanha, Serra vem se mantendo afastado, evitando aparecer tanto ao lado de Alckmin quanto de Kassab, da coligação "São Paulo no Rumo Certo" (DEM-PR-PMDB-PRP-PV-PSC). Porém, Serra gravou um depoimento para o programa de Alckmin no final de semana. O horário eleitoral gratuito no rádio e na TV para os candidatos a prefeito começa amanhã."Nós democratas não temos nenhum motivo para reclamar do governador José Serra, pelo fato de gravar mensagem para o programa de Geraldo Alckmin", afirmou Apolinario, na nota, citando que Serra é um dos fundadores do PSDB e foi presidente nacional do partido. "Também será candidato à presidência da República pelo PSDB", acrescentou o vereador.Presidência da RepúblicaSegundo o comunicado, o DEM vê com "total naturalidade" a participação de Serra no programa de Alckmin. "Até porque o Serra, durante dois anos e meio, já demonstrou a consideração que tem pelo prefeito Gilberto Kassab e pelos democratas. Da mesma forma, Kassab tem demonstrado o quanto considera o amigo José Serra e quer vê-lo na Presidência da República", afirmou."É por esses motivos que nós democratas não nos preocupamos com as declarações que José Serra faça a respeito de Geraldo Alckmin, pois nós democratas continuamos confiando no Serra", termina a nota, elogiando a parceria entre PSDB e DEM.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.