DEM decide à noite caso de deputado licenciado no DF

O Diretório Regional do DEM do Distrito Federal se reúne hoje à noite para tomar uma decisão sobre a expulsão do deputado distrital Leonardo Prudente da legenda. Presidente licenciado da Câmara Legislativa, Prudente é acusado de envolvimento no chamado mensalão do DEM: ele aparece em vídeo recebendo maços de dinheiro de propina e guardando-os nos bolsos e nas meias.

ROSA COSTA, Agencia Estado

23 de dezembro de 2009 | 14h47

O início da reunião está marcado para as 20 horas. A assessoria do Diretório Regional explicou que o encontro tem que começar nesse horário, porque somente às 18 horas termina o prazo para que Prudente apresente sua defesa.

De acordo com assessores, existe a expectativa de que Prudente, a exemplo do que fez o governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda, tome a iniciativa de se desfiliar do partido para evitar ser expulso. Arruda é apontado pela Polícia Federal (PF), nas investigações da Operação Caixa de Pandora, como chefe do esquema do mensalão do DEM.

Tudo o que sabemos sobre:
mensalãoDFDEMLeonardo Prudentemeias

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.