DEM aposta em Fruet em Curitiba

O DEM formalizou nesta segunda o apoio a Gustavo Fruet (PDT), que concorre com Ratinho Junior em Curitiba. O partido estava dividido por causa da postura da Executiva Estadual, mas em reunião da legenda no âmbito municipal entre o presidente em Curitiba, Osmar Bertoldi, secretário da Habitação; a bancada da Câmara Municipal e mais 60 membros do diretório municipal o partido decidiu ficar ao lado de Fruet. A maior resistência dizia respeito ao fato do candidato ter o apoio do PT.

JULIO CESAR LIMA, Agência Estado

15 de outubro de 2012 | 19h08

Fruet também conversou demoradamente com o presidente estadual do PDT, Osmar Dias, atualmente no Banco do Brasil, e confirmou a presença de lideranças nacionais em Curitiba. "Só tenho a agradecer ao Osmar, que abriu as portas do PDT e possibilitou que disputássemos a Prefeitura de Curitiba", afirmou.

O prefeito reeleito de Porto Alegre, José Fortunati (PDT) e o senador Cristovam Buarque (PDT) já confirmaram participação na campanha de Fruet nos próximos dias. Já a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva não devem participar da campanha em Curitiba, pois tanto o PSC de Ratinho quanto o PDT integram a base do governo federal.

Ratinho

Nesta segunda, o ex-prefeito de Curitiba Rafael Greca (PMDB) confirmou seu apoio a Ratinho Junior, seguindo a orientação do senador Roberto Requião, presidente do PMDB na capital. "O senador Requião não impôs nada, temos uma relação republicana e cordial", disse Greca, ao ser questionado se havia sido pressionado a apoiar Ratinho em detrimento de Gustavo Fruet.

Para Ratinho, o apoio de Greca é bem-vindo. Ele minimizou os problemas de rejeição do candidato - em torno de 20%, segundo institutos de pesquisa. "O Rafael é uma pessoa muito querida. Agora, ninguém é unânime, eu mesmo não sou; mas a qualidade dele é muito grande", afirmou. A campanha de Ratinho deve ganhar também o apoio do PPL nesta terça-feira (16).

Tudo o que sabemos sobre:
eleições 2012Curitiba

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.