DEM anuncia que votará contra prorrogação da CPMF

A bancada do partido Democratas (DEM) na Câmara decidiu, nesta terça-feira, mobilizar o partido para dar os 57 votos dos seus deputados contra qualquer proposta de criação ou prorrogação de impostos. A decisão significa que o DEM vai combater a prorrogação da CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira), que, segundo o ministro da Fazenda, Guido Mantega, deve render ao Tesouro, este ano, R$ 35 bilhões."Chega de imposto. Dez anos de CPMF provisória já passaram da conta, porque ninguém agüenta mais imposto no Brasil", afirmou o líder do DEM na Câmara, deputado Onix Lorenzoni (RS), em defesa da tese de que, se os R$ 35 bilhões ficarem nas mãos da sociedade, farão muito melhor ao povo do que nos cofres do governo.O PSDB e o DEM divergem em relação à CPMF. O PSDB defende a redução gradual da alíquota, dos atuais 0,38%, para 0,08%, em um prazo de cinco anos. Além da CPMF, o DEM decidiu rejeitar a proposta que dá liberdade ao governo para gastar como quiser 20% da receita orçamentária.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.