Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

Dallagnol cancela chave Pix após doações atingirem R$ 575 mil

Deltan Dallagnol foi condenado a indenizar Lula por Powerpoint apresentado à imprensa durante a Lava Jato; segundo o ex-procurador, apoiadores da operação passaram a lhe fazer doações para quitar a dívida

Redação, O Estado de S.Paulo

30 de março de 2022 | 09h39

O ex-procurador Deltan Dallagnol, da Operação Lava Jato, disse ter solicitado o bloqueio de sua chave Pix após receber R$ 575 mil em doações de seguidores. Desde a semana passada, quando foi condenado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) a indenizar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em R$ 75 mil, Deltan vem relatando em suas redes sociais o montante recebido. Em vídeo publicado no último dia 24, ele exibiu a tela de seu celular para demonstrar que os depósitos não paravam de chegar.

Segundo o ex-procurador, foram mais de 12 mil depósitos, sendo que o valor médio de cada doação foi de R$ 45. Ele descreveu o ato como um "protesto" contra a condenação a favor do petista, classificada por ele como injusta e "absurda", e agradeceu pelo apoio ao que ele considera "a causa do combate à corrupção". 

"Em breve, trarei informações sobre a prestação de contas desses valores, incluindo o tipo de aplicação em que estão e os rendimentos", afirmou nesta terça-feira, 29, via Twitter.

Como o montante recebido já ultrapassou em meio milhão o valor da indenização, ele prometeu doar o excedente a instituições filantrópicas que ajudem crianças com câncer e autismo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.