Delfim nega que seja cotado para assumir Agricultura

O ex-ministro Antônio Delfim Netto (PMDB-SP) negou nesta segunda-feira, 19, que seu nome esteja sendo cogitado para ocupar o Ministério da Agricultura. Ele tem sido cotado para assumir o posto desde o ano passado, mas nunca houve uma confirmação oficial."Continuo não sabendo se melancia dá em árvore; como vou ser ministro da Agricultura?", questionou Delfim, que chegou a comandar a pasta em 1979, durante o governo do ex-presidente João Figueiredo."Eu não entendo quem inventa essas histórias, deve ser algum inimigo meu", continuou o ex-ministro, em entrevista à Agência Estado. "Na verdade, estou muito satisfeito onde estou e acho que o presidente está escolhendo muito bem seus ministérios."O PMDB corre para indicar um novo nome para a Agricultura, dois dias depois de Odílio Balbinotti (PR) ter desistido do ministério por causa de denúncias que pesam contra ele. O partido deve indicar nesta segunda-feira o deputado Waldemir Moka (MS) para o posto. "Mesmo que haja algum problema com o Moka, deve haver outro café que possa ser aproveitado", ironizou, referindo-se à marca comercial.Delfim elogiou ainda a indicação do ministro Walfrido Mares Guia (PTB) para o Ministério das Relações Institucionais e rebateu as críticas de que o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva ficará sem articulação política. "Quem diz que Guia não é um bom articulador está enganado", avaliou Delfim. "Ele é um craque, vai ser uma boa surpresa e é muito jeitoso como todo mineiro."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.