Delfim elogia ações de Cavallo

O deputado Delfim Netto (PPB-SP) se confessa um admirador do ministro argentino da Economia e acha que se alguém pode ajudar o país vizinho a sair da crise esse alguém atende pelo nome de Domingo Cavallo. "Ele não é só um grande economista, como também um grande artista. Na verdade, ele tem um comportamento teatral que o ajuda enormemente na consecução de seus objetivos", disse Delfim, em entrevista ontem à noite ao Conta Corrente, da Globo News. E afirmou que o ministro argentino já está fazendo, "malandramente e com muita sapiência", a correção cambial em seu país, através da internalização de 20% das receitas de exportação e do aumento das tarifas de importação de bens de consumo. Para o ex-ministro brasileiro, a Argentina está dando uma demonstração de bom-senso ao conceder poderes excepcionais a Cavallo para que ele ponha em prática o seu Plano de Competitividade, que é o cerne de seus problemas. E explicou que a Argentina só teria duas saídas para enfrentar a questão da competividade: a desvalorização cambial ou a queda nos custos internos de produção. "Ele escolheu baixar os custos e está recebendo uma cooperação grande do Congresso".Delfim Netto ressaltou que outra das propostas de Cavallo, a simplificação do sistema tributário argentino, concentrando a arrecadação no imposto de renda e no IVA (imposto sobre valor agregado) é a grande lição a ser aprendida pelo Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.