Delcídio apresenta proposta para abrir sessão do caso Renan

O senador Delcídio Amaral (PT-MS)apresentou na noite desta segunda-feira um projeto de resoluçãopara tornar aberta a sessão que julgará o pedido de cassação dosenador Renan Calheiros (PMDB-AL), nesta quarta-feira. Apesar de defendida por setores da oposição e do governo, oefeito prático da medida é quase nulo. Isso porque a propostaque altera o regimento do Senado precisa percorrer um longocaminho para que se transforme em regra. E não há tempo paratanto. "Queremos dar transparência ao processo", disse o senador ajornalistas . Para que o projeto de resolução entre na pauta do plenário,dois terços dos 81 senadores teriam, antes, de aprovar umpedido de urgência à matéria. O quórum é considerado altíssimoe o prazo, apertado. Se o requerimento de urgência fosse aprovado, a mudança noregimento só poderia ser apreciada após um intervalo de duassessões, o que ultrapassaria a quarta-feira. A dois dias de concluir o primeiro dos três processos emandamento contra Renan Calheiros, o clima no Senado é deindefinição. Nos bastidores, porém, muitos parlamentaresapostam na absolvição de seu presidente, mas por um placarbastante apertado. Se conseguir escapar, mas com uma pequena diferença devotos, senadores argumentam que o calvário do peemedebista nãoterá fim, pois ficará sem força política para conduzir ostrabalhos no Congresso. (Por Natuza Nery)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.