Dekasseguis farão exame supletivo no Japão

O Ministério da Educação e o Ministério das Relações Exteriores anunciaram que os exames supletivos para estudantes brasileiros residentes no Japão (dekasseguis) serão realizados nos dias 9 e 10 de novembro, em quatro províncias japonesas ondehá maior concentração de imigrantes. Os exames são oferecidos e aplicados pelos dois ministérios em conjunto com a SecretariaEstadual de Educação do Paraná.Segundo os órgãos governamentais, este ano são 3.209 inscritos, dos quais 1.103 para as provas de ensino fundamental e 2.106 para o ensino médio. As provas serão aplicadas na Universidade Aichi Gakuin - campus de Nishin (Província deAichi); Universidade de Artes e Cultura (Província de Shizuoka); Kanto Gakuen University (Província de Gunma); e Centro Internacional da Jica em Yokohama (Província de Kamagawa).Os conteúdos que serão apresentados ao aluno estão divididos em quatro áreas de conhecimento. No ensino fundamental: Língua Portuguesa, Redação e Inglês; História e Geografia; Matemática;e Ciências Naturais. No ensino médio: Linguagens, códigos e suas tecnologias; Ciências Humanas e suas tecnologias; Matemática e suas tecnologias; e Ciências da Natureza e suas tecnologias.Para cada área de conhecimento, nas duas áreas de ensino, o aluno deverá responder a 40 questões de múltipla escolha e fazer redação em português. Para ser aprovado na disciplina, oinscrito precisa obter nota mínima cinco e, para concluir o curso, ser aprovado em todas as áreas.Os exames supletivos são oferecidos pelo Ministério da Educação desde 1999, com a finalidade de facilitar a vida dos filhos de brasileiros com trabalho temporário no Japão, para que, no retorno ao Brasil, possam cursar o ensino profissional ou superior.Em 1999 se inscreveram 789 estudantes; em 2000, 1.932; em 2001, 1.800; e, neste ano, 3.209 . As informações são da Agência Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.