Definição do caso Schincariol fica para terça-feira

Foi adiada para terça-feira a reunião do Conselho de Ética que tratará da segunda representação contra o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). Nesse caso, Renan é acusado de interferir no INSS e na Receita Federal em favor da Schincariol. A reunião estava marcada para as 17 horas de ontem, mas foi transferida para 21 horas, para o plenário votar medidas provisórias. Até 21h45, como a sessão não terminara, os líderes decidiram deixar a reunião para terça."O adiamento só foi feito porque houve acordo dos líderes. Eu tinha disposição de fazer hoje (ontem), nem que começasse às 23 horas ou à meia-noite", disse o presidente do conselho, Leomar Quintanilha (PMDB-TO).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.