Defesa de Renan estará concluída em agosto, diz relator

Casagrande afirma que investigação não parou durante recesso parlamentar

Milton F.da Rocha Filho, da Agência Estado,

27 de julho de 2007 | 11h47

O senador Renato Casagrande (PSB-ES) disse nesta sexta-feira, 28, em entrevista à Rádio Senado, que as investigações preliminares nos documentos apresentados por Renan em sua defesa devem ser concluídas na primeira quinzena de agosto.   Casagrande é um dos três relatores do processo contra o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), no Conselho de Ética e Decoro Parlamentar.   Explicou que a comissão de investigação não parou, "e estamos atuando para agilizar a juntada de documentos para a Polícia Federal. Quem vai continuar a trabalhar neste início de período legislativo ainda é a comissão de investigação, a comissão de inquérito, porque o Conselho de Ética vai se reunir quando nós concluirmos nosso trabalho, a partir de 15 de agosto", afirmou o senador.   O maior volume de documentos em falta é devido pelas secretarias de Finanças e de Agricultura, controladas por aliados de Renan até a deflagração da Operação Navalha, que apura fraudes em licitações, quando alguns deles foram presos. O governo alagoano alega que vem dando total colaboração às investigações, além de ter demitido os envolvidos com a quadrilha.   Ao todo, foram formulados 30 quesitos sobre a evolução patrimonial de Renan, suas rendas agropecuárias e a autenticidade dos documentos com que ele tenta justificar a origem dos recursos usados no pagamento da pensão que pagava à jornalista Mônica Veloso, com quem tem uma filha.

Tudo o que sabemos sobre:
Renan

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.