Defesa alega que faltam diligências para denúncia contra Aécio

Advogado diz que aguarda teor da denúncia para provar 'correção da conduta do senador'

Isabela Bonfim e Julia Lindner, O Estado de S.Paulo

02 de junho de 2017 | 19h21

A defesa do senador Aécio Neves (PSDB-MG) se disse surpresa com a decisão do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, de oferecer denúncia contra o parlamentar no inquérito que envolve um dos donos da JBS, Joesley Batista

De acordo com a defesa, diligências de "fundamental importância" não foram realizadas, como a oitiva do senador e a perícia nas gravações. A defesa lamentou a decisão e disse aguardar o acesso ao inteiro teor da denúncia para poder demonstrar a correção de conduta do senador Aécio. 

Leia a íntegra:

A Defesa do Senador Aécio Neves recebe com surpresa a notícia de que, na data de hoje, foi oferecida denúncia contra ele em relação aos fatos envolvendo o Sr. Joesley Batista.  Diversas diligências de fundamental importância não foram realizadas, como a oitiva do Senador e a perícia nas gravações. Assim, a Defesa lamenta o açodamento no oferecimento da denúncia e aguarda ter acesso ao seu teor para que possa demonstrar a correção da conduta do Senador Aécio Neves. Alberto Zacharias Toron, advogado.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.