Defender ética política é fundamental no PV,diz Gabeira

O deputado federal Fernando Gabeira (RJ) defendeu há pouco, em discurso na cerimônia de filiação ao PV da senadora Marina Silva (AC), que o partido destaque na discussão de seu novo programa, além das questões ambientais, três pontos que ele considera fundamentais: saneamento básico, violência urbana e ética na política. "Hoje temos no País um governo moralmente frouxo, temos um Congresso apodrecido e um Supremo Tribunal Federal em princípio de decomposição com a decisão tomada nesta semana", afirmou, referindo-se à posição do Tribunal favorável ao deputado federal Antonio Palocci (PT-SP) no caso da quebra de sigilo do caseiro Francenildo dos Santos Costa.

FRANCISCO CARLOS DE ASSIS, Agencia Estado

30 de agosto de 2009 | 13h28

Gabeira ressaltou que o PV não deve ter receio de ser acusado de utilizar um discurso udenista. "Muita gente diz que falar de ética na política é coisa da UDN", argumentou. "Mas em 2002 apoiamos o PT e foi pela ética na política." Gabeira lembrou que 9 milhões de crianças no Brasil vivem sem saneamento básico e disse que o partido precisa apresentar também uma proposta para reduzir a violência no País. "O PV tem de dizer alguma coisa sobre a violência urbana, tem de propor um caminho", cobrou.

Ao dar as boas-vindas à senadora Marina Silva, Gabeira voltou a citar a necessidade da ética na política e da importância da liberdade do debate de ideias. "A entrada da senadora Marina Silva no PV introduz a ''cláusula de consciência'' no nosso programa", disse. "O partido jamais vai violentar a consciência de qualquer militante. Seremos um partido rigoroso com os desvios, mas seremos tolerantes com a consciência humana, que é a luz que manterá o partido vivo."

Tudo o que sabemos sobre:
eleições 2010PVMarina SilvaGabeira

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.