Decreto abre vaga para petista na diretoria da Petrobrás

O ex-presidente do PT e da própria estatal José Eduardo Dutra deve assumir uma função administrativa na empresa; anteriormente, o limite de seis diretorias impedia criação do novo cargo

Célia Froufe e Sabrina Valle, da Agência Estado

07 de fevereiro de 2012 | 15h32

BRASÍLIA e RIO - O decreto publicado nesta terça-feira, 7, no Diário Oficial da União retirando da Petrobrás a exigência do limite de seis diretores, facilita a criação de uma nova diretoria na empresa para acomodar José Eduardo Dutra, ex-senador e ex-presidente do PT e da própria estatal. A informação foi confirmada à Agência Estado por uma fonte do governo. A possibilidade de criação de uma diretoria para Dutra já vinha sendo comentada por fontes próximas da estatal, desde que começou a circular a notícia da entrada de Graça Foster no lugar do atual presidente da empresa, José Sergio Gabrielli.

 

No último dia 27, o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, admitiu que a criação da diretoria corporativa "vem sendo reivindicada há muito tempo por Gabrielli". A diretoria teria atribuições administrativas, como a definição do quadro de pessoal. "É uma necessidade que já não é de hoje", afirmou Lobão na ocasião. Sobre a eventual indicação de Dutra para assumi-la, ele disse que seria um "excelente nome", porque já foi presidente da estatal e, na sequência, presidente da BR Distribuidora, subsidiária com o segundo maior faturamento da empresa.

 

O Decreto 7678 publicado nesta terça-feira alterou o art. 1º do Decreto no 2.988, de 12 de março de 1999. O Inciso I do artigo dizia que, nas empresas públicas, nas sociedades de economia mista, o número de membros da diretoria seria de no máximo seis. O decreto desta terça exclui a Petrobrás dessa regra.

Tudo o que sabemos sobre:
PetrobrásJosé Eduardo Dutra

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.