Decoradora chama Lula de traidor durante Agrishow

A decoradora e comerciante paraense Maria do Socorro Moura de Oliveira Gabriel foi retirada nesta manhã da platéia que acompanhava o discurso do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no Agrishow, em Ribeirão Preto, depois de chamá-lo, aos gritos, de "traidor". Segundo ela, após trabalhar para o presidente durante todas as suas campanhas, ela perdeu as esperanças de que ele faça um bom governo. "Ele continua fazendo discurso de campanha para presidente; se eu pudesse, dava um tabefe nele e me mudava para o Chile, afirmou Maria do Socorro depois de ter sido retirada do evento pelos seguranças do presidente da República.Indagada pela Agência Estado sobre em qual momento teria perdido as esperanças no governo Lula, ela disse que foi a partir do que ela classificou de "fracasso" do programa Fome Zero. "E ele ainda ficou fazendo pose de que era embaixador da fome no mundo", disse Maria do Socorro, que mora em Ribeirão Preto há 20 anos, e que está com uma banca de alimentos na feira agrícola.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.