REUTERS/Ueslei Marcelino
REUTERS/Ueslei Marcelino

Declaração de general protagoniza debate sobre Lula a horas do julgamento

Do total de 407 mil menções sobre o julgamento de Lula da 0h de terça às 11h desta quarta, 106,7 mil fazem referência à fala de Villas Bôas

Daniel Weterman, O Estado de S.Paulo

04 de abril de 2018 | 13h01

A declaração do comandante do Exército Brasileiro, general Villas Boas, protagonizou o debate sobre o julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nas redes sociais desde a meia-noite de hoje, aponta levantamento da Diretoria de Análise de Políticas Públicas (Dapp) da Fundação Getulio Vargas (FGV), feito com exclusividade para o Broadcast Político/Estadão.

A expectativa sobre o julgamento do habeas corpus preventivo de Lula, marcado para hoje no Supremo Tribunal Federal (STF), mobilizou 302 mil menções no Twitter sobre o ex-presidente e a sessão desta quarta no Supremo. A quantidade representa o maior volume diário de citações a Lula e ao julgamento desde janeiro, quando o petista foi condenado pelo Tribunal Regional Federal da 4º Região (TRF-4).

+ Presidenciáveis se dividem sobre declarações de comandante do Exército

Do total de 407 mil menções sobre o julgamento de Lula da 0h de terça às 11h desta quarta, 106,7 mil fazem referência à fala de Villas Bôas. Os comentários também citam o debate sobre intervenção militar e a sugestão de interferência das Forças Armadas nos poderes democráticos.

+ Declaração de Villas Bôas expressa posição do alto comando do Exército

"A repercussão da presença de um comandante do Exército na condução opinativa sobre um julgamento foi polarizada, opondo políticos e influenciadores que questionam a legitimidade do pronunciamento de Villas Bôas e atores contra Lula que elogiam as Forças Armadas e, para além de defender a prisão do petista, manifestam repúdio à classe política, ao STF e às instituições brasileiras em geral", diz o relatório da FGV, que acompanha em tempo real nesta quarta-feira a repercussão do julgamento de Lula entre internautas.

+ Jungmann diz que chance de golpe militar é de 'menos um'

Contra e a favor. As hashtags (marcações na rede social a uma determinada expressão) contra Lula superam aquelas promovidas a favor do petista. Enquanto a expressão #lulalivre tem 10,8 mil referências desde a 0h de terça, a tag #lulanacadeia está com 21,5 mil citações no mesmo período. Já a hashtag #stfvergonhanacional tem 4,7 mil menções.

+ 'Tentar impor nossa vontade é o que menos precisamos', diz comandante da FAB

Ainda segundo o levantamento da FGV, os dois principais atores do STF vinculados ao debate são Gilmar Mendes (10,3 mil tuítes), por conta da previsão de voto favorável a Lula, a presidente da corte, Cármen Lúcia (11,6 mil menções), e a ministra Rosa Weber, identificada como incógnita na definição do placar final do julgamento (3,4 mil tuítes).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.