Decisão do TSE garante 2º turno em Petrópolis

Uma decisão tomada na noite desta quinta-feira pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) garantiu a Rubens José França Bomtempo (PSB) o direito de disputar o segundo turno da eleição municipal de Petrópolis (RJ) com Bernardo Rossi (PMDB).

MARIÂNGELA GALLUCCI, Agência Estado

18 de outubro de 2012 | 21h50

Antes do TSE, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Rio tinha rejeitado o pedido de registro da candidatura de Bomtempo alegando que quando foi prefeito da cidade ele teve as contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) por falta de recolhimento de valores ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Mas nesta quinta o TSE concluiu que o político somente poderia ter sido excluído da disputa com base na Lei da Ficha Limpa se as contas tivessem sido reprovadas pela Câmara de Vereadores. No primeiro turno, Bomtempo recebeu 50.320 votos e foi o segundo candidato mais votado. O primeiro foi Rossi, com 52.951 votos.

Tudo o que sabemos sobre:
eleições 2012PetrópolisTSE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.