Decisão do STF sobre Raposa pode ficar para o 2º semestre

Informação é do presidente do Supremo, que cogitou adiar a votação sobre reserva para agosto

Agência Brasil

30 de maio de 2008 | 16h22

A decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a demarcação da Terra Indígena Raposa Serra do Sol (RR) pode ficar para o próximo semestre. A informação é do presidente do STF, ministro Gilmar Mendes, que cogitou nesta sexta-feira, 30, adiar a votação para agosto. "Não sei se ainda conseguimos julgar isso neste semestre porque temos uma série de documentos, que o relator (ministro Carlos Ayres Britto) recebeu de ambas as partes, de todos os lados. Mas ele vai certamente trazer esse tema à consideração", disse Gilmar Mendes em entrevista na sede do Tribunal Eleitoral Regional (TRE) do Rio de Janeiro.   Veja também: STF nega pedido de apreensão de armas na Raposa Serra do Sol Derrota no STF pode causar mais violência em Roraima, diz líder indígena Lula desautoriza militares contrários à Raposa Serra do Sol Decreto de Lula deve ampliar presença militar em área indígena Fórum: na sua opinião, qual é a solução para o conflito   Saiba onde fica a reserva e entenda o conflito na região  Galeria de fotos da Raposa Serra do Sol   O ministro, no entanto, não descartou a possibilidade de o Supremo decidir sobre a demarcação ainda este semestre. "Se nós não julgarmos em junho vamos fazê-lo em agosto", disse. "Nos devemos julgar nos próximos tempos, não sei se ainda neste semestre, mas talvez no próximo", completou.   O julgamento estava previsto para o final da primeira quinzena de junho, conforme informou o ministro relator do processo, Ayres Britto. Ele analisa 33 ações contestando a demarcação da reserva em área contínua.   Enquanto o STF não decide a questão, a Terra Indígena Raposa Serra do Sol é palco de conflitos entre índios e fazendeiros. O presidente da Associação de Arrozeiros da reserva, Paulo César Quartiero, chegou a ser preso pela Polícia Federal e dez índios que vivem na região foram baleados por funcionários da fazenda dele.   Para conhecer de perto a realidade da região, o ministro Gilmar Mendes esteve na Raposa Serra do Sol, acompanhado de outros ministros do STF na última semana. Em seu retorno a Brasília, disse que a análise da questão pelo tribunal é um caso peculiar.

Tudo o que sabemos sobre:
STFRaposa Serra do Sol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.