Decisão do CCJ sobre afastamento de senadores é adiada

Projeto de Jarbas Vasconcelos determina afastamento de membros alvos de processo por quebra de decoro

Rosa Costa

26 de setembro de 2007 | 14h18

Ficou para a próxima semana a votação, na Comissão da Constituição e Justiça do Senado do substitutivo do senador Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE), do projeto de resolução que determina o afastamento de membros da Mesa diretora das comissões, corregedoria e do Conselho de Ética que tenham sido alvo de processo por quebra do decoro parlamentar.  O motivo do adiamento foi o pedido de vista coletivo ao substitutivo.   Voto e sessão Na última terça, líderes partidários fizeram um acordo para que as votações sejam retomadas no Senado, desde que haja prioridade na votação do projeto de resolução que acaba com as sessões secretas nas votações de perda de mandato. A sessão aberta, se aprovada, entrará em vigor nas votações de outras três representações contra Renan. Entre os defensores do fim da sessão fechada há também os que defendem o fim do voto secreto, nas sessões de cassação de mandato. O assunto está previsto para ser discutido ainda nesta quarta na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

Tudo o que sabemos sobre:
Senado

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.