Decisão de juíza anima aliados

A decisão da Juíza da 3.ª Vara Federal de Santa Maria, Simone Barbisan Fortes, de rejeitar pedido liminar de afastamento da governadora Yeda Crusius deu fôlego ao governo e partidos aliados para prepararem a defesa na CPI a ser instalada pela Assembleia até o fim do mês. O secretário da Casa Civil, José Alberto Wenzel, se disse "satisfeito" com a decisão e confiante de que "a verdade prevalecerá". A deputada Luciana Genro (PSOL), que fez as denúncias contra Yeda no dia 19 de fevereiro, disse que esperava essa decisão da juíza. "Ela não pediria o afastamento da governadora antes de analisar o mérito."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.