Reprodução
Reprodução

‘De vento em popa’; Eliane Cantanhêde analisa a semana da CPI da Covid

‘Wajngarten mentiu o tempo inteiro, mas deixou o essencial, a carta da Pfizer ofertando vacinas’; assista

Redação, O Estado de S.Paulo

14 de maio de 2021 | 15h09

A velocidade com que avança a investigação do Senado sobre as ações e omissões do governo federal no combate à pandemia é impressionante. Tanto que a Advocacia-Geral da União entrou em campo para blindar o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello e protocolou um habeas corpus para que ele possa silenciar diante das perguntas dos senadores e evitar um pedido de prisão.

Na condição de testemunha, Pazuello não poderia permanecer calado. No terceiro capítulo da série Por Dentro da CPI da Covid, Eliane Cantanhêde explica a evolução das investigações, na última semana, analisando os principais fatos que marcaram os depoimentos até aqui. “Fabio Wajngarten mentiu o tempo inteiro, mas deixou o essencial, a carta da Pfizer ofertando vacinas, e o governo não deu a menor bola”, diz a analista. Confira:

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.