Dida Sampaio/Estadão
Dida Sampaio/Estadão

De última hora, Temer cancela encontro com evangélicos

Evento reúne Doria e Alckmin; é o primeiro encontro público entre os tucanos, desde que o prefeito intensificou suas viagens pelo País

Pedro Venceslau e Eduardo Laguna, O Estado de S.Paulo

17 Agosto 2017 | 09h43

O presidente Michel Temer (PMDB) cancelou de última hora a participação da abertura da 13ª edição da Expo Cristã, evento que reúne lideranças evangélicas na capital nesta quinta-feira, 17. O prefeito de São Paulo, João Doria (PSBD), e o governador do Estado, Geraldo Alckmin (PSDB), estão no local e participaram de um café da manhã com cerca de 450 religiosos e do ato de abertura da feira de produtos gospel, que será realizada até sábado.

Segundo informações dos organizadores do evento, o mau tempo, com a forte chuva que caía na capital paulista nesta manhã, por volta das 9h, quando estava previsto o café da manhã com as lideranças religiosas, foi responsável pelo cancelamento da agenda presidencial. O peemedebista chegaria de helicóptero ao local e por conta da chuva desistiu de fazer o voo. Entre os religiosos que aguardavam pelo presidente da República, estava o pastor Silas Malafaia.

A assessoria de imprensa da Presidência ainda não informou o motivo de cancelamento, que pegou de surpresa até mesmo as autoridades presentes.  Esse é o primeiro evento público que reuniu Doria e Alckmin, após o prefeito intensificar suas viagens pelo País, o que causou descontentamento no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista. 

Segundo o Palácio do Planalto, o presidente Michel Temer embarca de São Paulo para Brasília logo mais, por volta das 10h30, para acompanhar a assinatura da liberação de R$ 24 milhões para a Defesa Civil de Maceió. Os recursos serão usados em obras de contenção de encostas e outras medidas para conter os efeitos negativos das chuvas fortes, que têm causado problemas na cidade. O evento deve ocorrer na base aérea de Brasília por volta das 11h30 e contará com a presença dos ministros da Integração, Helder Barbalho (PMDB-PA), e dos Transportes, Maurício Quintella (PMDB-AL), e do prefeito da capital alagoana, Rui Palmeira (PSDB).

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.