De Olho no Mundo analisa adoções internacionais

O recente caso da adoção, via Internet, de dois bebês americanos por um casal britânico chama a atenção de autoridades em todo o mundo. As gêmeas estão sendo disputadas com um casal americano, que também afirma ter pago pelas crianças, em uma transação on-line. Em meio à polêmica, o importante é criar mecanismos que regulamentem a adoção internacional, segundo a consultora internacional Marriele Maia, do departamento da Criança e do Adolescente do Ministério da Justiça. Marriele Maia explica que o Brasil ratificou, recentemente, a Convenção de Haia, criando o órgão chamado Autoridade Central. O objetivo é estabelecer relações com os diversos países membros da Convenção e fazer com que a adoção internacional siga certos padrões.Marreiel Maia participou do De Olho no Mundo, uma co-produção da Rádio Eldorado e da BBC de Londres.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.