De olho na CPMF, Lula usa posse de Múcio para afagar o Congresso

O presidente Luiz Inácio Lulaaproveitou a posse do novo ministro das RelaçõesInstitucionais, José Múcio Monteiro, para fazer um afago noCongresso Nacional, em um momento em que o governo busca noSenado os votos necessários para aprovar a prorrogação daCPMF. "Não sei se existe no mundo um Parlamento mais compreensivoque o nosso, mesmo nas divergências", disse Lula, em solenidadeno Palácio do Planalto na noite desta segunda-feira. "Nós nãotivemos... dificuldades insuperáveis para votar um únicoprojeto importante que o governo mandou para o CongressoNacional." Múcio substitui o colega de PTB Walfrido dos Mares Guia,que se afastou do cargo para se defender da denúncia deenvolvimento no mensalão mineiro. Lula fez questão de elogiar a capacidade de articulaçãopolítica de Múcio, até então líder do governo na Câmara. "Eu não acredito que exista problemas de difícil solução,muitas vezes o que falta é a conversa certa, na hora certa, comas pessoas certas e isso certamente ninguém saberá fazer melhordo que você", disse o presidente. Em uma sinalização de que está disposto a atuar naconquista dos votos para aprovar a prorrogação da CPMF, Luladeixou claro que Múcio pode recorrer a ele quando preciso. "Me tenha como parceiro nos momentos difíceis", disse opresidente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.