De jatinho, senador viaja para se afastar da crise

Renan foi de Brasília para Curitiba, de lá seguiu rumo a São Paulo e a previsão é de que passe seu aniversário, amanhã, em Alagoas

Ana Paula Scinocca e Ricardo Brandt, O Estadao de S.Paulo

07 de setembro de 2015 | 00h00

A bordo de um jatinho da Força Aérea Brasileira, para escapar dos saguões dos aeroportos, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), deixou ontem Brasília para se afastar da crise. Longe de seu Estado desde que começou a ser julgado por quebra de decoro, o peemedebista saiu da capital federal em direção a Curitiba, segundo sua assessoria. Da capital paranaense, embarcou para São Paulo, segundo relato de amigos, acompanhado da mulher, Verônica.Juntos, teriam ido a uma exposição de Esther Paula, amiga de Verônica, no bairro do Belém, zona leste. Ao Estado, o porteiro da Faculdade Cantareira, onde o evento foi realizado, confirmou a presença do senador no fim da tarde.Interlocutores de Renan afirmaram que ele vai comemorar amanhã o aniversário de 52 anos em Alagoas. Familiares e amigos próximos organizaram um almoço na Fazenda Tapado, em Murici. A expectativa é de que ele volte a Brasília na segunda-feira.Ontem, a sessão do Senado foi tranqüila, com baixo quórum. Renan não apareceu. De sua casa, no Lago Sul, ele seguiu para a base aérea e embarcou às 9h50. Os discursos ficaram por conta da CPMF e da polêmica em relação ao voto secreto. Foi numa sessão formalmente fechada - já que o Supremo Tribunal Federal autorizou a entrada de deputados - em que os 81 senadores, pelo voto secreto, livraram Renan da cassação. Ele era acusado de quebra de decoro por suspeita de ter despesas pagas por um lobista, incluindo pensão e aluguel à jornalista Mônica Veloso, com quem tem uma filha fora do casamento.Apesar da absolvição, Renan ainda é alvo de outros dois processos no Conselho de Ética. Um deles se refere à denúncia de que favoreceu a cervejaria Schincariol perante a Receita Federal e o INSS.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.