De guerrilheira a cliente vip em salão de beleza

Cada vez mais vaidosa, Dilma tem até horário exclusivo

, O Estadao de S.Paulo

07 de fevereiro de 2009 | 00h00

Ministra de maior prestígio do governo, Dilma Rousseff, da Casa Civil, é o nome mais forte do PT para disputar a sucessão do presidente Lula. No salão de beleza, porém, é uma mulher como outra qualquer e, quem diria, ao se submeter aos ritos da vaidade, lê até revista de fofoca para matar o tempo. Intelectual e acostumada aos tratados financeiros dos complexos projetos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), a ministra, é bem verdade, passeia pelas revistas femininas meio a contragosto. "Tem outra revista tão ruim quanto essa para eu ver?", costuma desdenhar.Em nome da aparência, a ministra é uma incansável guerrilheira - como toda mulher. Ela cuida de pés, mãos e cabelos semanalmente. Antes mesmo de ser lançada pré-candidata à Presidência, já frequentava o mesmo salão, em um shopping de Brasília. A diferença é que, desde que passou a ser a principal figura do PT para a sucessão de Lula, pediu atendimento vip, destinado aos ricos, famosos e poderosos. Sempre que solicitado pela ministra, o salão Metamorphose tem aberto suas portas uma hora antes, só para ela.Anteriormente, era possível encontrar Dilma por lá nos dias de maior movimento: as tumultuadas tardes de sábado. Ela fazia questão de agir como uma consumidora comum e chegava ao salão do conceituado cabeleireiro Hélio Nakanishi - na década de 90, cuidava das madeixas da ex-primeira dama Rosane Collor, no salão do Lago Sul - sem alarde. Mas a perspectiva de se tornar ainda mais poderosa modificou a rotina.No salão, ela cuida da beleza com o rigor da ministra. Ao fazer as unhas, não gosta que suas cutículas sejam retiradas em excesso. Pede apenas umas "pinceladas". O uso de espátula, então, nem pensar. Outro acessório que rejeita é a lixa. Ela tem verdadeiro horror que seus pés, sempre em sapatos fechados, sejam lixados.Enquanto trata da aparência - fez plástica, perdeu peso e modernizou o corte de cabelo - Dilma é de poucas palavras. Com as profissionais que a atendem, fala o essencial. Mas ultimamente, dizem todas, ela tem sido cada vez mais simpática.Os cuidados com o visual incluem ainda um serviço extra de maquiagem, sempre que houver evento público. Aos poucos, os profissionais de imagem têm conseguido vencer resistências. De personalidade forte, porém, ainda não foi possível convencer a ministra a aposentar o batom vermelho.Dilma tem se preocupado com a saúde. Outra novidade tem sido as caminhadas frequentes. Recentemente, foi flagrada se exercitando em companhia de um cachorro. Ela aproveita o tempo livre antes que a campanha comece de fato. Já sabe que, durante a corrida ao Planalto, as idas ao salão podem virar lembranças do tempo em que podia viver no meio da multidão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.