Datafolha: Vantagem de Beto Richa sobre Osmar Dias cai para seis pontos no PR

Tucano registrou 44% das intenções de voto contra 47% na sondagem anterior; já o candidato do PDT subiu de 34% para 38

Evandro Fadel/CURITIBA, O Estado de S.Paulo

10 de setembro de 2010 | 21h43

A diferença entre os dois principais candidatos ao governo do Paraná - Beto Richa (PSDB) e Osmar Dias (PDT) - caiu de 13 para seis pontos porcentuais, de acordo com pesquisa feita pelo Datafolha e divulgada na noite de sexta-feira, 10, pela Rede Paranaense de Comunicação (RPC). A pesquisa anterior havia sido divulgada no dia 26 de agosto. Ela confirma uma tendência de redução da diferença entre os dois que tinha sido apontada pelo Ibope quinta-feira, em pesquisa encomendada pela mesma empresa de comunicação. Pelo Ibope, a vantagem de Richa, que era de 16 pontos porcentuais baixou para nove.

 

No Datafolha, Richa apareceu com 44% das intenções de voto contra 47% registrado na sondagem anterior. Já Dias subiu de 34% para 38%. O desempenho do candidato pedetista, que é apoiado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, cresceu justamente no período em que Lula tem sido mais mostrado no horário eleitoral da televisão. Na noite de quarta-feira e no programa do início da tarde de ontem, o presidente da República ocupou quase todo o tempo em uma conversa com o candidato, ressaltando a intimidade entre os dois e afirmando que a eleição de Dias é a garantia de continuidade do bom relacionamento.

 

Os outros cinco candidatos ao governo paranaense - Avanilson Araújo (PSTU), Luiz Felipe Bergmann (PSOL), Paulo Salamuni (PV), Robinson de Paula (PRTB) e Amadeu Felipe (PCB) - não alcançaram 1% das preferências. Os votos brancos e nulos foram 2%, enquanto 15% não souberam responder. A pesquisa tem margem de erro de três pontos porcentuais. O Datafolha ouviu 1.229 pessoas em 46 municípios do Paraná entre quarta e quinta-feira. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) com o número 21185/2010 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número 28834/2010.

 

Na sondagem para o Senado, o ex-governador Roberto Requião (PMDB) continua na dianteira com 47% das intenções de voto, seguido de Gleisi Hoffmann (PT) com 41%. O terceiro colocado é Gustavo Fruet (PSDB) com 22% e o quarto, Ricardo Barros (PP), com 16%. Os candidatos Gilberto de Araújo (PCB), Luiz Piva (PSOL), Sargento Jensen (PRTB) e Rubens Hering (PV) tiveram 2% de intenções cada um. Já Irineu Fritz (PT do B), Valmor Venturini (PSOL) e Sargento Pedroso (PRTB) receberam 1% das intenções cada um. O candidato Cláudio Timossi (PSTU) teve menos de 1% das preferências. Para uma das vagas, 6% disseram que vão votar em branco, enquanto 3% dizem que votarão em branco nas duas. Entre os indecisos, 35% referem-se a uma das vagas e 20% ainda não se decidiram para nenhuma.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.