iStock
iStock

Datafolha: Situação econômica piora para mais pobres e melhora para mais ricos

Para maioria dos entrevistados de menor renda, a situação econômica vem piorando nos últimos meses; no entanto, para a maior parte dos eleitores de maior renda, a situação tem melhorado

Davi Medeiros, O Estado de S.Paulo

29 de março de 2022 | 11h12

A situação econômica melhorou para os mais ricos e piorou para os mais pobres nos últimos meses, segundo a última rodada da pesquisa Datafolha. Entre quem tem renda familiar mensal de até dois salários mínimos, a maioria (54%) disse ter notado piora de suas condições financeiras, enquanto somente 13% viram melhora. Já entre os entrevistados cuja renda familiar é superior a dez salários, o cenário melhorou para 42% e foi negativo para 20%. 

É consenso, no entanto, que a situação do País, desconsiderando as condições individuais de cada um, piorou. A percepção de que a economia do Brasil vem se deteriorando foi maioria entre os entrevistados de todas as faixas de renda. Entre os mais pobres, 69% disseram observar piora do quadro macroeconômico. Entre os mais ricos, 61%.

Quanto às expectativas para os próximos meses, 43% da faixa de renda mais pobre acredita que suas condições econômicas vão melhorar. Entre os mais ricos, o otimismo é de 50%. As esperanças para o País estão empatadas, na prática. Apenas 25% dos mais pobres acreditam que haverá melhora, e 26% dos mais ricos. 

O Datafolha fez 2.556 entrevistas entre os dias 22 e 23 de março. A margem de erro é de 2 pontos para mais ou para menos. O código de registro do levantamento no TSE é BR-08967/2022.

Tudo o que sabemos sobre:
Datafolhaeconomia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.