Datafolha aponta empate entre Serra e Dilma

Candidata do PT subiu sete pontos; Instituto aponta primeiro empate na corrida à Presidência da República

estadão.com.br,

22 Maio 2010 | 03h28

Dilma em seminário em NY; Serra em encontro do PPS. Fotos: Div Bovespa/Leonardo Soares/AE

 

 

SÃO PAULO - A pré-candidata à Presidência da República, Dilma Rousseff (PT), subiu sete pontos e atingiu sua melhor marca até hoje, segundo pesquisa Datafolha, ficando empatada com seu concorrente, José Serra (PSDB). Segundo o instituto, a petista e o tucano estão com 37% da preferência do eleitor. A pesquisa foi realizada na quinta e sexta-feira, com 2.660 entrevistados. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Já a pré-candidata Marina Silva (PV) segue em terceiro lugar, com 12%. A pesquisa apontou que 5% dos pesquisados votariam em branco, nulo ou em nenhum candidato. Os indecisos somam 9% e a margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

 

O Datafolha apontou que o crescimento pode ser relacionado com o programa partidário de TV que o PT apresentou recentemente, com vários comerciais de 30 segundos e um programa de dez minutos.

 

A alta de sete pontos percentuais é em relação à pesquisa Datafolha de abril - quando Dilma aparecia com 30% das intenções de voto. No mesmo período, Serra perdeu cinco pontos percentuais, já que estava com 42% e Marina manteve a pontuação.

 

Pesquisa espontânea

 

Na pesquisa espontânea, quando os candidatos não são apresentados, Dilma também cresceu. Em dezembro, ela tinha 8%, crescendo para 13% em abril e agora, está isolada em 19% em primeiro lugar.  José Serra tem 14%. Na mesma pesquisa, 5% dizem votar em Lula, que não pode ser candidato. Outros 3% afirmam votar no "candidato do Lula", e 1% no "candidato do PT". Por isso, virtualmente Dilma teria 28% na espontânea.

 

Rejeição

 

Em relação ao índice de rejeição, a petista Dilma Rousseff também conseguiu um boa pontuação, o índice caiu de 24% para 20%, a rejeição de Marina Silva, também reduziu de 20% para 14%. Já o tucano José Serra teve alta na rejeição de 24% para 27%.

O único empate técnico que aparece na pesquisa é em relação ao segundo turno. A candidata do PT tem 46% e o candidato do PSDB tem 45%. Na última pesquisa Serra estava dez pontos à frente, com 50%, contra os 40% de Dilma.

 

Popularidade de Lula

 

A pesquisa Datafolha aponta que 76% aprovam o governo Lula. Este número é recorde desde que Lula assumiu em janeiro de 2003.

 

Lula é o presidente mais bem avaliado desde o fim da ditadura. Fernando Collor (1990-1992) teve 36% e Fernando Henrique Cardoso (1995-2001) chegou a 47%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.