Dassault entrega ao Brasil oferta final sobre aviões de combate

Data limite para apresentação das propostas havia sido fixada como 21 de setembro pelo ministro Nelson Jobim

estadao.com.br,

21 de setembro de 2009 | 08h54

A empresa francesa Dassault Aviation entregou ao governo brasileiro sua oferta final para a venda do avião de combate Rafaele, indicaram nesta segunda-feira, 21, fontes da companhia, segundo a agência de notícias AFP.  "Entregamos um documento às autoridades brasileiras", disse um porta-voz da Dassault.

 

Veja também:

linkObama falou com Lula sobre caças, diz jornal francês

link'Há opção política pela França', diz Jobim sobre caças

linkBoeing admite transferir só parte da tecnologia

linkNelson Jobim explica no Senado acordo militar com a França

 

O Rafaele participa com o F18 da norte-americana Boeing e o Gripen da sueca SAAB de uma licitação para a compra de 36 caças, em uma operação estimada em U$ 7 bilhões. O ministro brasileiro da defesa, Nelson Jobim, havia fixado o dia 21 de setembro como data limite para que as empresas apresentassem formalmente sua oferta comercial.

 

Jobim afirmou na semana passada ao Senado que o Rafaele era a "opção" do governo brasileiro, "desde que a França cumpra seu compromisso" de transferência de tecnologia. No início do mês, durante a visita do presidente francês Nicolas Sarkozy à Brasília, o presidente brasileiro Luiz Inacio Lula da Silva anunciou a abertura das negociações com a Dassault.

Tudo o que sabemos sobre:
DassaultRafaelecaças

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.