Dantas será interrogado na 5ª-feira pela Justiça de SP

O sócio-fundador do Banco Opportunity, Daniel Dantas, denunciado pelo Ministério Público Federal (MPF) em São Paulo por corrupção ativa, será interrogado na quinta-feira pela Justiça paulista. Dantas e outros dois acusados, Humberto José da Rocha Braz e Hugo Chicaroni, serão ouvidos pelo juiz Fausto Martin de Sanctis, da 6ª Vara Criminal da Justiça Federal. O interrogatório de Chicaroni está marcado para terça-feira e o de Braz será na quarta-feira. Eles são apontados pelo MPF como os responsáveis por, a mando do sócio-fundador do Banco Opportunity, ter tentado subornar um delegado da Polícia Federal (PF) para que o nome de Dantas fosse tirado das investigações da Operação Satiagraha.Hoje, na primeira sessão do Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro mais antigo da Corte, Celso de Mello, fez um pronunciamento para defender a postura do presidente do STF, ministro Gilmar Mendes, nas decisões que liberaram, por duas vezes, o sócio-fundador do Banco Opportunity. Mello disse que Mendes "preservou a autoridade" do STF e que as decisões dele foram "revestidas de densa fundamentação jurídica". O desagravo do decano do STF foi seguido pelos outros ministros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.