Dantas e mais nove são indiciados na Satiagraha

O advogado Nélio Machado, que defende o sócio-fundador do Banco Opportunity, Daniel Dantas, informou que seu cliente e mais nove pessoas, ligadas ao Opportunity e que foram convocadas hoje para prestar depoimento à Polícia Federal (PF), em São Paulo, foram indiciados por formação de quadrilha e gestão fraudulenta.A Operação Satiagraha, da PF, foi deflagrada na seqüência de investigação sobre suposto esquema de desvio de verbas públicas, corrupção e lavagem de dinheiro. A PF iniciou as investigações há quatro anos, como desdobramento do caso do mensalão. Entre suspeitos, e que chegaram a ser presos, estão, além de Dantas, o ex-prefeito de São Paulo Celso Pitta e o megainvestidor Naji Nahas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.