Danielle Mitterrand, no fórum: OMC, FMI e Banco Mundial são "monstros frios"

A presidente da associção France Liberté e ex-primeira-dama da França, Danielle Mitterrand, que deu um testemunho nesta segunda-feira no Fórum Social Mundial, em Porto Alegre, relatou sua infância, juventude e seu contato com o marido, o ex-presidente francês François Mitterrand. "Em Davos, (os que ali estão) se interrogam e provavelmente dizem: o que podem imaginar estes pobres?", perguntou. "A OMC, o FMI e o Banco Mundial são monstros frios, mas seus dirigentes são homens e mulheres." Ela contou seus contatos com os índios mapuches, do Chile, e elogiou o que chamou de "outro discurso, em oposição àquele ditado pelo pensamento único".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.