Evaristo Sá/AFP
Evaristo Sá/AFP

Daniel Silveira: PTB não vê motivo para deputado deixar CCJ

Otávio Fakhoury, vice-presidente do PTB no Sudeste, nega que haja pressão para para o deputado federal sair das cinco comissões que passou a integrar na Câmara Federal

Davi Medeiros, O Estado de S.Paulo

29 de abril de 2022 | 07h40

O empresário Otávio Fakhoury, que é vice-presidente do PTB no Sudeste, afirmou nesta sexta-feira, 29, que o partido não vê justificativa para retirar a indicação do deputado Daniel Silveira (RJ) para as comissões que ele passou a integrar na Câmara, inclusive a Comissão de Constituição e Justiça, a mais importante da Casa. 

Fakhoury argumentou que o acórdão do Supremo Tribunal Federal (STF) condenando o deputado ainda não foi publicado; o decreto do presidente Jair Bolsonaro (PL) concedendo perdão ao parlamentar, sim, e já está em vigor. O empresário também afirmou que a legenda vê Silveira como qualificado para o colegiado devido à sua formação em Direito pela Universidade Estácio de Sá. 

“Conversei mais cedo com o deputado Paulo Bengtson (líder do PTB na Câmara), que me relatou que não há pressão em nenhum aspecto para retirar a indicação de Daniel Silveira à CCJ da Câmara dos Deputados”, publicou Fakhoury em uma rede social. Como mostrou o Estadão, porém, a presença do ex-policial condenado pelo Supremo no colegiado gerou forte resistência na oposição.

Silveira foi condenado devido a uma série de vídeos em que ele destinava ofensas e ameaças aos ministros da Corte. O deputado, que nunca havia sido titular de uma grande comissão, mas agora foi indicado a cinco, tem sido tratado como estrela pelo partido após o embate com o STF e deve ser lançado na disputa para o Senado pelo Rio de Janeiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.