Daniel Dantas, pivô da maior disputa societária do Brasil

Banqueiro foi preso nesta terça-feira junto com Naji Nahas e o ex-prefeito de São Paulo Celso Pitta

Da redação,

08 de julho de 2008 | 10h59

O engenheiro e economista Daniel Dantas, de 54 anos, entrou para cena nacional durante a privatização do sistema Telebrás, em 1998, no governo Fernando Henrique Cardoso. Como dono do Banco Opportunity, liderou o bloco que arrematou a Brasil Telecom, operadora de telefonia que atua nas regiões Norte, Centro-Oeste e Sul. Mesmo com uma participação minoritária na sociedade que formou ao lado do Citigroup, dos fundos de pensão da Caixa, da Petrobras e do Banco do Brasil, e da Telecom Itália, Dantas assumiu o controle da empresa. Em 1999, começou a disputa societária que seria definida como 'a maior da história do Brasil'. A empresa italiana achava que os acordos da fundação da sociedade eram lesivos a seus interesses.Em 2004, a Brasil Telecom foi acusada de contratar a Kroll para espionar a Telecom Itália. As investigações teriam extrapolado o mundo empresarial, atingindo figuras do governo federal. Dantas negou que tivesse pedido à Kroll a violação do sigilo telefônico de pessoas. O banqueiro foi destituído do controle da empresa em setembro de 2005.CarreiraO empresário começou a carreira ligado ao PFL e aproximou-se do senador Antonio Carlos Magalhães por indicação de Mário Henrique Simonsen. Foi conselheiro do partido e do governo federal nas sugestões para tentar salvar o banco Econômico.Durante dez anos, foi sócio do também baiano Nizan Guanaes na agência de publicidade DM9. Dantas fez doutorado no Massachusets Institute of Technology, nos EUA. De volta ao Brasil, empregou-se no Bradesco.Conheceu Antônio Carlos de Almeida Braga, ex-presidente daquele banco. Braga o convidou para trabalhar no banco Icatu, do qual foi presidente.Dantas foi citado como possível ministro da Fazenda no governo Fernando Collor (1990-1992). Antes do confisco, investiu em café e soja e fez bom dinheiro com exportações. O banco Opportunity começou a operar em 1996.

Tudo o que sabemos sobre:
Daniel Dantas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.