CUT recebe parlamentares em Brasília

Cerca de 100 manifestantes da Central Única dos Trabalhadores (CUT) e da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag) estão no Aeroporto Internacional de Brasília, recebendo os parlamentares para pressioná-los a votar contra a proposta do governo de flexibilização da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Os parlamentares estão sendo obrigados a passar por um corredor polonês, formado pelos manifestantes, que gritam frases de protesto como "Mexer na CLT, o pau vai comer".O presidente da CUT, João Felício, disse que os deputados da base governista não estão querendo entrar no jogo do governo, que, segundo ele, têm interesses "incontestáveis" na troca de favores com empresários, depois de definido o pagamento do que foi expurgado do saldo do FGTS nos planos Verão e Collor I. "A base governista não quer votar esse projeto. Alguns partidos e o ministro Dornelles é que estão pressionando", afirmou. O deputado Pinheiro Landim (PMDB-CE) depois de acenar e receber rosas e botom dos manifestantes, admitiu que votará de acordo com o que o seu partido decidir.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.