Cúpula do PSDB discute posição sobre reformas

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e o governadores de São Paulo, Geraldo Alckmin, e de Minas, Aécio Neves, participaram hoje de um almoço no Palácio dos Bandeirantes para discutir o futuro do PSDB e atuação do partido na discussão das reformas previdenciária e tributária. "Estamos afinando a viola para as reformas", resumiu o presidente do partido, José Aníbal, que também estava no almoço. Segundo ele, que deve ser reconduzido ao cargo por mais um mandato, o PSDB quer definir uma linha a ser defendida pelos governadores e parlamentares do partido."Vamos discutir muito bem esse assunto e ver o que é interessante para os governadores e os parlamentares", afirmou Aníbal. O certo, adiantou ele, é que o PSDB deve propor algumas emendas aos dois projetos apresentados pelo governo. "Tudo isso é muito conversável e tenho certeza que parlamentares e governadores chegarão a um acordo bom para o partido."Na mesa também estavam os senadores Tasso Jereissati (CE) e Artur Virgílio (AM), o líder da bancada na Câmara, deputado Jutahy Magalhães Jr, e o chefe da Casa Civil do governo de São Paulo, Arnaldo Madeira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.