Cúpula do PSDB avalia demora para escolha do candidato

A cúpula do PSDB está reunida para a avaliação da situação do partido que continua indefinido entre o prefeito José Serra e o governador Geraldo Alckmin para a sucessão presidencial. As informações que circulam entre os tucanos dão conta de que Alckmin está irredutível e não abre mão da disputa, e que se a decisão for tomada pelo partido, segundo avaliações preliminares, Alckmin teria a maioria sobre José Serra. A expectativa é de que nos próximos dois dias esta situação seja resolvida. José Serra telefonou hoje para o presidente do PSDB, senador Tasso Jereissati (CE), afirmando que as conversas continuam com Alckmin. Tasso e Serra voltam a conversar amanhã por telefone. Além de Tasso, participam da reunião o secretário geral do partido, Flávio Paes (RJ), os líderes Arthur Virgílio (AM) e Jutahy Junior (BA), e outros parlamentares.

Agencia Estado,

08 de março de 2006 | 19h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.