Cúpula do PSB chega à casa de Eduardo Campos, no Recife

Quem visita a casa da família se diz impressionado com a firmeza emocional de Renata Campos, viúva do candidato

Daiene Cardoso, Angela Lacerda, O Estado de S. Paulo

16 de agosto de 2014 | 17h40

RECIFE - A cúpula do PSB chegou à casa do candidato do partido à Presidência da República, Eduardo Campos, no bairro de Dois Irmãos, no Recife. Acompanhavam o novo presidente da sigla, Roberto Amaral, o líder da bancada na Câmara, deputado Beto Albuquerque (RS); o coordenador do programa de governo, Maurício Rands; e o senador e candidato ao governo do Distrito Federal Rodrigo Rollemberg. Eduardo Campos morreu na última quarta-feira (13) em um acidente aéreo em Santos, no litoral paulista. 

Os que deixavam a casa da família se diziam impressionados com a firmeza emocional da viúva Renata Campos. "Ela está completamente serena. Você vai consolar e é ela quem te consola. É impressionante", resumiu o presidente do PCdoB, Renato Rabelo. Há uma fila de pessoas dentro da casa para prestar condolências à viúva. O filho mais velho de Campos, João, também chama a atenção de quem visita a família. "O filho mais velho se coloca como sucessor", observou Rabelo. 

Já passaram pelo local o senador e candidato do PT ao governo do Rio Janeiro, Lindbergh Faria, e a deputada Jandira Feghali (PcdoB-RJ). Acabam de entrar na casa os senadores Cristovam Buarque (PDT-DF) e Randolfe Rodrigues (Psol-AP). 

Um dos amigos da família saiu da casa citando uma frase da viúva Renata Campos. "Os olhos verdes dele serão o farol que iluminará o Brasil", disse  Paulo de Tarso de Moraes Souza é ex-diretor do BEP - Banco do Estado do Piauí, ex-secretário da Fazenda do Estado do Piauí.

Mais conteúdo sobre:
eduardo campos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.