Divulgação
Divulgação

Cunha retoma votação de reforma política e discute voto facultativo e tempo de mandato

Itens da proposta que prevê mudanças no sistema eleitoral vão a votação no plenário da Câmara nesta quarta-feira

Beatriz Bulla, O Estado de S. Paulo

10 Junho 2015 | 18h30

Brasília - O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), confirmou nesta quarta-feira, 10, que irá colocar em votação no plenário os pontos que ainda precisam ser discutidos sobre a proposta de reforma política que tramita na Casa. Os primeiros itens que serão levados ao plenário ainda nesta noite são voto facultativo e tempo de mandato. 

A proposta de alteração do tempo de mandato prevê que passe de quatro para cinco anos o período de permanência no cargo de deputados, presidente, vereadores, prefeitos e governadores. O tempo de cinco anos valeria inclusive para senadores, que hoje têm mandato de oito anos.

Além desses dois pontos, a Câmara ainda precisa discutir a proposta de coincidência de eleições e cota de mulheres. A previsão de Cunha é finalizar a votação em primeiro turno entre hoje e a manhã de quinta-feira, 11. A votação em 2º turno ocorreria na primeira semana de julho, segundo Cunha.

Mais conteúdo sobre:
reforma politica eduardo cunha

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.