Cunha Lima quer transcrição de ligações de Cachoeira

Senador tucano apresentará requerimento para cobrar da Polícia Federal o acesso integral às conversas telefônicas feitas pelo contraventor

RICARDO BRITO, Agência Estado

04 de maio de 2012 | 13h02

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) apresentará nesta sexta-feira à CPI do Cachoeira um requerimento para cobrar da Polícia Federal o acesso integral das transcrições das conversas telefônicas feitas com autorização judicial das operações Monte Carlo e Vegas. Segundo Cunha Lima, a medida tem por objetivo evitar o uso político e eleitoral da comissão parlamentar. O pedido terá de ir à votação.

Os tucanos são os que mais têm se reclamado com o que classificam como "vazamento seletivo" de informações das duas operações. As escutas já revelaram um relacionamento do deputado Carlos Alberto Leréia (GO) com o contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira. Também a proximidade do governador de Goiás, Marconi Perillo, com Cachoeira.

Cunha Lima diz estar preocupado em garantir respaldo jurídico para os trabalhos da comissão parlamentar. O senador argumenta que recentemente o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que uma denúncia apresentada pelo Ministério Público baseada apenas em grampos telefônicos só é considerada válida se tiver anexa a ela a íntegra das transcrições. O tucano receia que, sem o acesso a todo o material, os investigados possam anular os trabalhos da CPI.

Tudo o que sabemos sobre:
CachoeiraCunha Limatranscrição

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.