Dida Sampaio|Estadão
Dida Sampaio|Estadão

Cunha diz que voltará a frequentar a Câmara a partir de segunda-feira

Presidente afastado da Casa depôs no Conselho de Ética sobre acusação de quebra de decoro

Daiene Cardoso, Julia Lindner e Valmar Hupsel Filho, O Estado de S.Paulo

19 de maio de 2016 | 17h09

Brasília – Com o mandato suspenso pelo Supremo Tribunal Federal, Eduardo Cunha disse no fim da tarde desta quinta-feira, 19, que pretende voltar a frequentar a Câmara e despachar, a partir da próxima segunda-feira, 23, de seu gabinete. “Eu estou suspenso do exercício do mandato e não de frequentar a Câmara. Vou frequentar meu gabinete pessoal não mais hoje, mas a partir de segunda-feira vocês me encontram no gabinete 510”, disse.

Questionado se poderia frequentar seu gabinete, o peemedebista afirmou que está suspenso do exercício do mandato e não do mandato.

Indagado sobre a possibilidade de Cunha voltar a frequentar a Câmara, o presidente do Conselho de Ética, deputado José Carlos Araújo (PR-BA), se surpreendeu com a informação “Quem afastou Eduardo Cunha foi o Supremo Tribunal Federal e não o Conselho de Ética. Cabe aos ministros analisar se isso é uma afronta à decisão ou não”.

Cunha retornou à Câmara nesta quinta, 15 dias depois do afastamento, para prestar depoimento no processo de cassação do qual é alvo ao Conselho de Ética. Ele é acusado de mentir durante a CPI da Petrobrás, quando foi questionado se tinha contas no exterior. Na ocasião, ele disse que tem contas além daquelas que constam na sua declaração de Imposto de Renda.

Em quase sete horas de depoimento, respondeu a questionamentos feitos por parlamentares aliados e que pedem sua cassação. “Mantenho na íntegra o depoimento que fiz no Conselho de Ética”, respondeu diversas vezes.

Ao deixar o plenário acompanhado de seguranças, Cunha foi hostilizado por um homem, que gritou “Fora Cunha”. Em resposta, ele sorriu, fez sinal de positivo e disse “Tá bom, petista”, disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.