Críticas e farpas marcam primeiro debate do RN

O primeiro debate da eleição para governador do Rio Grande do Norte foi marcado por críticas à atual administração. A temática da saúde preponderou.

Agência Estado

12 de agosto de 2010 | 23h57

O candidato do PSOL, Sandro Pimentel, chegou a dizer que o atual governador, Iberê Ferreira, candidato à reeleição pelo PSB, foi fazer o tratamento de saúde contra o câncer no pulmão (diagnosticado no mês de abril) em São Paulo porque a saúde potiguar "vive em estado de putrefação".

O candidato Roberto Ronconi (PTC) lembrou o tratamento de saúde do governador e questionou sobre os projetos para o Governo. Iberê Ferreira prometeu resolver os problemas de saúde com um "pacto com todos os municípios do Rio Grande do Norte". "

Já os candidatos do PDT, Carlos Eduardo, e Rosalba Ciarlini trocaram farpas. O pedetista questionou a senadora do DEM o sobre porquê de o partido dela ter entrado com ação judicial contra o Prouni. Rosalba optou por defender a melhoria da educação e criticar os níveis de ensino no Rio Grande do Norte.

Tudo o que sabemos sobre:
eleições 2010debateRN

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.