Críticas de Lula acirram briga para prefeitura de Natal

Os ataques diretos do presidente Luiz Inácio Lula da Silva à candidata do PV, Micarla de Sousa, acirrou ainda mais a disputa para a prefeitura de Natal. "Eu esperava que o presidente tivesse mais respeito por mim. Ele não tem direito de falar do meu caráter", reagiu magoada a deputada estadual, que tem apoio de cinco partidos da base aliada de Lula.No comício da candidata do PT, deputada federal Fátima Bezerra, o presidente criticou o fato de Micarla ser apresentadora de um programa de notícias em sua emissora de TV, o que a tornou popular na cidade. "Não basta ter televisão para ganhar eleição, é preciso ter caráter e honradez", disparou Lula, na noite de sexta-feira. E ainda: "É mais fácil ser apresentadora de TV porque fica lendo um teleprompter. Se beleza ganhasse voto eu não teria passado do segundo ou terceiro lugar".Micarla, uma jovem de classe média alta e bonita, se sentiu pessoalmente agredida com as palavras do presidente, principalmente quando ele enfatizou que, se a candidata verde fosse "boa mesmo" estaria ao lado da petista. Ou seja, apoiaria a aliança entre PT, PMDB e PSB - adversários tradicionais no Estado - e não aceitaria o DEM como aliado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.