Cristina Kirchner busca 'apoio' em visita a Lula, diz 'La Nación'

Para 'Clarín', candidata quer fazer do Brasil, maior sócio da Argentina no Mercosul, eixo de sua política externa

BBC Brasil,

03 de outubro de 2007 | 07h55

Favorita nas eleições presidenciais argentinas, a senadora Cristina Kirchner chega nesta quarta-feira, 3, ao Brasil em busca de "algum gesto de apoio" do governo brasileiro à sua candidatura, diz uma reportagem do jornal argentino La Nación.   Sob o título "Um encontro com Lula para potencializar a campanha", o diário noticia a viagem de algumas horas de Cristina Kirchner a Brasília, onde se reunirá com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ministros e empresários nacionais.   A candidata deseja "aprofundar a relação com o maior sócio (da Argentina) no Mercosul, e convertê-la no eixo central da política exterior de seu eventual governo", afirma o La Nación.   Esta é uma tarefa mais delicada do que parece, sugere o também argentino Clarín.   O jornal avalia que o Palácio do Planalto buscará de Cristina "definições sobre temas nada simples de resolver" - como os presidentes venezuelano e boliviano, Hugo Chávez e Evo Morales, uma possível entrada do México no Mercosul, integração energética e investimentos em obras de infra-estrutura.   Diferentemente do La Nación, o Clarín sustenta que Cristina "não vem ao Brasil buscar apoio explícito (de Lula), porque não precisa, embora não lhe fizesse mal".   "O governo brasileiro sabe que a situação da senadora não é a mesma de seu marido há quatro anos, quando a Argentina estava em meio de um temporal, que não se sabia quando ia terminar", afirma a reportagem.   Para o Clarín, embora o Planalto tenha dito que a viagem tenha caráter apenas protocolar, a verdade é que "a acolhida não será uma mera formalidade", e Cristina Kirchner será recebida por Lula "pouco menos que como consagrada (presidente)".

Tudo o que sabemos sobre:
KirchnerLulaBrasilArgentina

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.