Crise política é fato mais citado em pesquisa CNI/Ibope

As crises políticas do governo Dilma Rousseff, que culminaram na substituição de ministros, foram os assuntos mais lembrados pelos entrevistados na pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI), realizada em parceria com o Ibope. A crise no Ministério de Transportes, que resultou na demissão do ex-ministro Alfredo Nascimento (PR), foi mencionada por 21% dos entrevistados.

ANDREA JUBÉ VIANNA, Agência Estado

10 de agosto de 2011 | 14h00

Em segundo lugar, a crise relacionada ao aumento do patrimônio do ex-ministro Antonio Palocci, que levou à sua demissão da chefia da Casa Civil, foi lembrada por 14% das pessoas ouvidas na pesquisa. As respostas não correspondem a perguntas induzidas (quando é apresentada ao entrevistado alternativas de resposta) e sim a fatos mencionados espontaneamente pelos entrevistados, informou o gerente de política econômica da CNI, Flávio Castelo Branco.

Em terceiro lugar, 7% dos entrevistados citaram a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de reconhecer a legalidade da união estável entre homossexuais. Em quarto lugar, 6% lembraram da morte do ex-presidente Itamar Franco. Apenas 5% da população ouvida citou o noticiário que apontou atraso no cronograma das obras relativas à Copa do Mundo de 2014.

Chamou a atenção na pesquisa o fato de 45% dos entrevistados não saberem ou não quererem mencionar nenhum fato no noticiário recente que lhes tenha chamado a atenção. A pesquisa ouviu 2002 pessoas entre os dias 28 e 31 de julho.

Tudo o que sabemos sobre:
pesquisaCNIIbopecrise políticaDilma

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.