Crise impede turistas idosos de visitar o Palácio da Alvorada

Os turistas de visitam o Palácio da Alvorada foram os primeiros a sentir os efeitos da crise política provocada pelo rompimento do PFL com o governo. Diante da reunião convocada pelo presidente Fernando Henrique com membros da coordenação política, foi cancelada hoje a visitação pública que ocorre nas tardes de todas as quintas-feiras. A notícia pegou de surpresa um grupo de 38 idosos de uma paróquia de Brasília, que passou um mês organizando o passeio.Amélia Souza, que mora há 36 anos na capital federal, disse que sentiu-se frustrada, pois sempre teve vontade de conhecer o Palácio. Outra turista, Madaga Horn, professora de Santa Bárbara D´Oeste (SP), voltará na sexta-feira para casa e não terá outra oportunidade para fazer a visita. "Vou tentar uma carona com os idosos para ver se faço outro passeio", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.