Roberto Stuckert/Gab. da Presidência/Divulgação
Roberto Stuckert/Gab. da Presidência/Divulgação

Crise externa é tema de encontro de Dilma com Sarkozy

Ex-presidente da França também teve encontro reservado com Lula em São Paulo

Rafael Moraes Moura, da Agência Estado e José Maria Tomazela, de O Estado de S. Paulo

22 de outubro de 2012 | 14h14

BRASÍLIA - Em encontro de cerca de uma hora, no Palácio do Planalto, a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente francês Nicolas Sarkozy discutiram nesta segunda-feira, 22, temas da agenda internacional, como a crise econômica - com ênfase na União Europeia - e o cenário no Oriente Médio.

 

Segundo fontes do Palácio do Planalto, o encontro entre Dilma e Sarkozy foi de "cortesia", solicitado pelo próprio ex-presidente. A audiência foi acompanhada pelo chanceler brasileiro, Antonio Patriota, e o assessor especial Marco Aurélio Garcia.

 

O ex-presidente francês destacou a aproximação do Brasil com a França ao longo dos últimos anos e voltou a manifestar apoio para que o Brasil assuma assento permanente no Conselho de Segurança das Nações Unidas. Ao agradecer a visita, a presidente lembrou que os dois se reuniram pela primeira vez em junho de 2010, em Paris, quando ela ainda era candidata à Presidência da República.

 

Lula. Sarkozy ainda manteve um encontro reservado com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O encontro ocorreu no início da tarde, num hotel de luxo da região dos Jardins, onde Sarkozy se hospedou durante a passagem por São Paulo. A imprensa não teve acesso.

 

Em nota, a assessoria de Lula informou que o encontro durou uma hora e 15 minutos, período no qual os dois ex-presidentes conversaram sobre o cenário político na Europa e na América Latina, e ainda sobre as eleições americanas.

 

O francês quis saber sobre o estado de saúde do colega brasileiro. Foi a primeira vez em que os dois se encontram após o diagnóstico e tratamento do câncer na laringe feito por Lula. O ex-presidente brasileiro comprometeu-se a retribuir a visita durante viagem que fará à França em dezembro deste ano.

 

Sarkozy está no Brasil para participar de um fórum empresarial, em São Paulo, para falar sobre a crise internacional.

Tudo o que sabemos sobre:
Dilma RousseffNicolas Sarkozyencontro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.