Criança revive, depois de ser declarada morta

A funcionária do hospital preparava o corpo do menino de dois anos para o funeral, quando notou um leve movimento em seu peito ? mais de uma hora antes, ele fora oficialmente declarado morto. Logan Pinto estava vivo. Aparentemente, a criança perdeu-se de sua babá, ontem, e caiu num canal perto de casa, em Rexburg, cerca de 440 quilômetros a leste de Boise, capital de Idaho. Logan ficou submerso por cerca de 30 minutos, antes que a polícia o encontrasse a um quilômetros abaixo de onde caíra, de acordo com o capitão Randy Lewis.Embora um policial tentasse ressuscitá-lo e a equipe de socorro fizesse tudo para revivê-lo, o menino foi declarado morto quanto parecia que todos os esforços para salvá-lo falharam. Depois de dar à mãe e ao padrasto ? Debra e Joe Gould ? algum tempos para dizer adeus, a enfermeira do Madison Memorial Hospital, Mary Zollinger, começou a preparar seu corpo para o funeral em casa. Foi então que ela notou que Logan respirava quase imperceptivelmente.O menino foi levado de helicóptero ao Primary Children?s Medical Center, em Salt Lake City, onde estava, hoje, listado entre os pacientes em condições críticas. Ontem, ele respirava sozinho e sua cor retornara, mas hoje foi colocado em aparelhos respiratórios, segundo o capitão Lewis.?Estou assombrado e subjugado pelo que aconteceu?, disse. ?O socorro trabalhou nele por muito tempo e, naturalmente, é péssimo quando você tem de dizer aos pais que seu filho faleceu.? Mas o desespero transformou-se em alegria quando a equipe de resgate soube que o menino estava salvo.?Isso chama-se intervenção divina, eu acho. Eu estava aturdido, não podia acreditar. Não sei como explicar. É alegre e aliviador.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.