Criança indígena de 2 anos morre de subnutrição no MS

Francieli de Souza é a oitava vítima fatal este ano; caso ocorre um dia depois de visita de Lula ao Estado

João Naves, do Estadão

01 de agosto de 2007 | 19h12

Um dia depois da visita do presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao Mato Grosso do Sul, mais uma criança indígena morreu por suposta subnutrição na Reserva Indígena de Dourados, a 220 quilômetros de Campo Grande. Em discurso de lançamento do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) no Estado, Lula afirmou que "a imprensa que denunciou a morte de crianças indígenas por fome em 2005 deveria voltar a Dourados para conferir o resultado".   Francieli de Souza, de dois anos de idade, morava com os pais na Aldeia Jaguapiru e faleceu  nesta quarta-feira, 1, no Hospital Universitário de Dourados. Duas horas antes, um grupo de 50 índios da etnia guarani-kaiowás invadiu o posto da Fundação Nacional do Índio (Funai) da aldeia aos gritos de "abaixo a fome". Eles ainda fizeram oito reféns.   Francieli é a oitava vítima fatal de subnutrição deste ano entre a população infantil indígena, segundo calculam os caciques das duas aldeias. A Fundação Nacional de Saúde (Funasa) não confirma essa afirmação. Segundo um dos coordenadores da instituição em Dourados, o médico Zelik Trabjer, não é única e exclusivamente a subnutrição a causa das mortes, mas vários fatores.   Porém, o médico não nega o quadro de subnutrição apresentado em todas as crianças indígenas que são internadas nos hospitais de Dourados, residentes nas aldeias Bororó e Jaguapiru.   Não raras vezes, os pais são surpreendidos com os falecimentos dos filhos, como aconteceu nesta quarta, com Claudinéia de Souza, de 25 anos, mãe de Francieli. Ela contou que internou a filha há duas semanas, e nesta manhã quase desmaiou quando viu o carro da funerária trazendo a criança em um caixão branco.   Durante sua visita, o  do presidente Lula afirmou em discurso que "a imprensa que denunciou a morte de crianças indígenas por fome em 2005 deveria voltar a Dourados para conferir o resultado".

Tudo o que sabemos sobre:
índiomortenutriçãoFunai

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.